Na Minha Playlist #66: Switchfoot - The Shadow Proves The Sunshine

Oi! Bom dia. Hoje (31/12/2016) termina mais um ciclo! Estão preparados para o começo do novo? Continuando nossa despedida de 2016 (#62, #63, #64 e #65) agora com Switchfoot novamente no blog, dessa vez com The Shadow Proves the Sunshine, uma das minhas preferidas deles! Para quem acessa o blog algum tempo sabe que Switchfoot é uma das minhas bandas favoritas e claro já apareceu aqui várias vezes!

O Na Minha Playlist de #66 é: ''The Shadow Proves The Sunshine'' do Switchfoot


Switchfoot

O Na Minha Playlist mais uma vez traz Switchfoot, considerada uma das melhores bandas cristãs contemporâneas e, até por críticos seculares, como uma excelente escolha de rock alternativo. Uma das grandes curiosidades é que ela é uma das bandas cristãs mais tocadas em trilhas de filmes, ao lado de Sixpence None The Richer, com canções que já apareceram em filmes como Um Amor para Recordar, Homem-Aranha, O Presente, As Crônicas de Nárnia e nas séries Smallville, One Tree Hill e várias outras. O nome, Switchfoot, é uma expressão utilizada pelos praticantes do surf e faz todo sentido para os integrantes da banda que o praticam.

"Nós gostamos de surfar e surfamos a vida toda, então para nós, esse nome faz sentido." (Jon Foreman responde durante entrevista a Jesus Freak Hideout)

São originários de San Diego, Califórnia. A banda é formada por Jon Foreman (vocais, guitarra), Tim Foreman (baixo, vocal), Chad Butler (bateria, percussão), Jerome Fontamillas (guitarra, teclados, vocal), e Drew Shirley (guitarra).

As letras do grupo são poemas que trazem consigo experiências pessoais e experiências de fé, como as de Jon Foreman.  É frequente encontrá-los em rádios não cristãs, assim como TVs não cristãs, pois a música deles tem rompidos barreiras além dos muros da igreja por apresentarem temas que refletem Deus em suas canções, através de letras que expressam a sua natureza por poesia, questionamentos e a razão do mundo a nossa volta. Suas músicas e refrões são tão envolventes com o nosso eu e ao mesmo tempo tão particularmente íntimos que geram uma interpretação pessoal ao ouvinte da música. Precisamos realmente entender que a banda são pessoas que buscam a Deus, e isso é visto em suas canções, mesmo que em alguns refrões Deus não pareça ser o centro. Ao que tudo indica, o autor do poema pretende alcançar pela música assim como a natureza expressa o Criador, como descrito em Romanos 1.20. Por esta razão, podemos obter várias interpretações das músicas para diversos momentos da nossa vida, sejam eles alegres, tristes, devocionais ou de culto a Deus.

Capa do álbum Nothing is Sound


Nothing Is Sound é o quinto álbum de estúdio da banda, lançado em 13 de Setembro de 2005.

Estreou direto no #3 no Top 200 da Billboard 200.

Nothing Is Sound é caracterizada por ser um álbum "mais escuro" comparado com outros lançamentos do Switchfoot. O compositor, Jon Foreman, até deu a dica que o álbum poderia ser criticado como sendo "um capítulo escuro revelando até mesmo mais mistérios a serem solucionados". Liricamente, as canções exploram tópicos que variam entre solidão e o fim do mundo, antientropia, e a comercialização de sexo. A banda sempre viu o álbum como sendo mais esperançoso do que qualquer outra coisa, apresentando canções como, "The Shadow Proves the Sunshine" como um aparentemente obscuro tema que pode na verdade ser positivo. Jon diz, "eu posso escrever sobre como nada importa, mas é algo muito esperançoso para mim poder ser provado errado.”

Aumenta o som e deixa brilhar!


Yeah, yeah!
Brilhe em mim!

Gostou de The Shadow Proves The Sunshine? Então baixe a canção em formato MP3.
Na Minha Playlist #66: Switchfoot - The Shadow Proves The Sunshine Na Minha Playlist #66: Switchfoot - The Shadow Proves The Sunshine Reviewed by Walter Segundo on 05:44 Rating: 5

Nenhum comentário

Latest in Sports

Na minha playlist, interativo, top 10