Music Box #3: Guns N' Roses - Don't Cry

Music Box é uma nova categoria aqui no blog que vou falar de canções que escuto por aí, seja no rádio, na TV ou em qualquer outro meio, mas que não necessariamente fazem parte da minha playlist, são músicas que marcaram de uma certa maneira minha vida, seja uma época ou momento, então decidi começar essa categoria para compartilhar com vocês.

Em meio a tanto pop/rock e alternativo e muito contemporary christian que aparecem aqui no blog, não me limito a gostar apenas desses estilos musicais, gosto também de umas baladas românticas antigas e até algumas vezes um hard rock.

Hoje falarei de uma banda que eu curto muito, trata-se de Guns N' Roses. Quando era mais novo meu pai e irmão curtiam muito a banda, ouvindo canções sem parar e até mesmo meu irmão que tentava aprender os solos do Slash em sua guitarra, seja como for, eu fui influenciado e acabei adquirindo um gosto pela banda, é tanto que Don't Cry é uma das minhas favoritas da banda.


Guns N' Roses em sua formação original


No inicio dos anos 90 o Guns N' Roses era uma das maiores bandas de rock do mundo, seus videoclipes levaram os jovens fanáticos pela banda naquela época a quase irem a loucura tentavam entender o que o Guns pretendia passar com aqueles vídeos, e qual era a historia por trás daquela histórias apresentadas.

"Don't Cry" é um single de gênero hard rock do Guns N' Roses, com duração aproximada de 4 minutos e 44 segundos. Escrita por Izzy Stradlin e Axl Rose.

Axl Rose (o vocalista da banda) revelou em uma entrevista que a música Don't Cry é sobre uma garota que ele e Izzy Stradlin namoraram. Conforme conta o vocalista, ele estava sentado na calçada do clube "The Roxy" quando terminaram o relacionamento e ele disse a ela o que se tornou o refrão da música: "Não chore esta noite, eu ainda te amo querida". Na noite seguinte, Axl e Izzy escreveram a letra da música em aproximadamente 5 minutos.

Grande parte do videoclipe mostra os membros do grupo e suas namoradas tendo problemas em seus relacionamentos, próximo ao final do clipe vemos Axl Rose sendo consultado por um psiquiatra, também vale destacar as varias mortes do Sr. Rose durante o clipe e um provável renascimento do mesmo no fim, o que para muitos fãs representa as transições que Axl passava na época.

Axl, em entrevista, comentou sobre a dificuldade de filmar o vídeo, e sobre algumas cenas que foram inspiradas no seu relacionamento com Erin Everly: "No videoclipe de 'Don't Cry', há uma cena em que apareço brigando com a Stephanie (a modelo Stephanie Seymour, namorada de Axl na época) portando uma arma. Isso aconteceu de verdade na vida real comigo e Erin (Everly, ex-esposa de Axl). Eu ia me matar. Nós brigamos pela arma até que eu finalmente deixasse Erin pegá-la de mim. Antes de gravar, eu disse: 'Isso parece bem difícil, pois realmente aconteceu'. (...) Fazer essa cena foi um processo bastante doloroso."

O guitarrista Izzy Stradlin, que é creditado como o co-autor da canção, tinha acabado de deixar a banda e não pôde participar da gravação do videoclipe. Por causa disso, Dizzy Reed encontra-se vestindo uma camiseta que diz "Where's Izzy?" ("Onde está Izzy?") durante uma cena.

Em 1992, a música ficou por 2 meses no Top 10 da Billboard, ficando por 3 semanas na primeira colocação da lista.

Chegou a hora de conferir Don't Cry:




Don't you cry tonight. I still love you, baby
Music Box #3: Guns N' Roses - Don't Cry Music Box #3: Guns N' Roses - Don't Cry Reviewed by Walter Segundo on 07:24 Rating: 5

Nenhum comentário

Latest in Sports

Na minha playlist, interativo, top 10